Solifo Antonio Muloi, 34 anos, reside no bairro de chamanculo ‘B”, frequentou com sucesso o curso de restaurante bar. Antes de ter uma formação, trabalhava em outras áreas, mas sem nenhuma certificação e formação, apenas tinha experiencia. Dai surgiu lhe a ideia de candidatar-se ao curso porque segundo ele precisava de ter um curso e certificado desse ramo.

Segundo o nosso entrevistado sempre teve um sonho de ter uma profissão. Participou nos workshops de orientação ao curso onde foi selecionado para ingressar no curso de restaurante e bar, com duração de meses. Após a formação, fez estágio no Hotel Santa Cruz, onde fê-lo com mais perfeição, dedicação e profissionalismo.

No final de estágio, trabalhou em regime de part-time no Hotel Radisson Blue durante cinco dias por semana.  Cada dia de trabalho, lhe rendia um valor de quinhentos meticais, que era pago em cada periodo de trabalho. Num período de um mês tinha um rendimento de 7 mil meticais, mas não se sentia seguro, visto que não tinha contracto de trabalho.

Submeteu seu curriculum a Fabrica de Bolos “Hyteste” e foi admitido. Passou a fazer parte do quadro de pessoal da empresa, passando a auferir um salário de cinco mil meticais, com direito a subsídio de alimentação e de turno. Sente-se feliz porque já tem um emprego garantido e ja conseguiu comprar um espaço na qual pretende construir a sua casa.

Faz um apelo aos jovens para apostarem na formação e sairem dos actos de crimildade e prostituição que caracteriza a camada juvenil. Neste momento já tem a sua casa e sustenta as despesas da sua família.

Termina agradece o apoio que a Asscodecha lhe deu pela formação, pois está abriu-lhe novos horizontes na vida profissional.

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *