Meu nome é Olga Abdul tenho 19 anos de idade, estou a fazer a décima segunda classe e vivo em Maputo, no bairro de Inhagoia “A”.

As minhas condições de vida são normais com alguns altos e baixos, visto que, temos algumas necessidades que dificultam a normalidade do dia a dia, tais como a falta de uma alimentação saudável.

Vivo com a minha mãe, minha avo e o meu irmão mais novo. A minha mãe tem 41 anos, a minha avo tem 66 anos e o meu irmãozinho tem 10 anos de idade.

A minha mãe trabalha como assistente técnica no Ministério da Saúde e tem uma renda mensal de 3.500MT, e por conta disso senti a necessidade de fazer algumas coisas que gerassem alguma renda para ajudarem na família.

Pedi a minha madrinha para mi ensinar a fazer bolos e salgados, ela me ensinou e eu aprendi muito bem, tanto que hoje faço encomendas para festas e aniversários e todo o tipo de cerimónia, e com esse meu trabalho consigo ate uma pequena renda de 10.000 meticais.

O clima na minha família não e muito bom ou agradável, visto que, a minha avo não gosta de mim, e muitas vezes eu me sinto incomodando dentro da minha própria família.

 

Participação do Beneficiário no Projecto Educacao para a Cidadania

Iniciei a minha partição no projecto no ano passado em 2018, no mês de Junho, fui convidada e sensibilizada na escola onde eu mi encontro a estudar.

Participei de todas as actividades do projecto Percurso Cidadão.

Essas actividades eram (Oficinas temáticas, debates, diálogos, actividades multiplicadoras desportivas, dinâmicas.) e participava dois dias por semana.

Encerei a minha participação em Dezembro do ano passado (2018).

 Mudanças de vida a nível pessoal e familiar.

Posso perceber que a participação no Percurso Cidadão mudou muita coisa na minha vida, tal como a maneira de ver as coisas, o meu projecto de vida e ajudou a ampliar mais o meu negocio graças a alguns conselhos e algumas conversas.

Hoje estou para abrir um lugar fixo para poder expandir as minhas vendas e não me limitar apenas em bolos e salgados, mas sim em muitos outros produtos.

Aprendi a ter uma percepção mais apurada da vida em geral e a importância dos seus valores.

Tenho como dificuldade persistente em algumas coisas como roupas e alimentação, visto que o meu negócio não consegue suprir todas as necessidades da família.

E também a questão de convivência com a minha avo em casa. Mas com tudo espero com a ajuda de Deus poder resolver essas questões todas.

 

 

 

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *